Portal Amazon News

Conecta você à notícia

4 0

Manaus – Um vídeo que vem sendo divulgado nos aplicativos de mensagens nesta quinta-feira (23), mostra Luciano da Silva Barbosa, 32 anos, o ‘L7″, filho de ‘Zé Roberto da Compensa’, morto. O crime ocorreu no município de Anamã (a 165 quilômetros a oeste de Manaus).

Conforme as imagens, homens fortemente armados comemoram a morte de ‘L7’. Os criminosos ainda degolaram a vítima e levaram a cabeça como prêmio.

Conforme relatório da ocorrência, feito pela mãe da vítima, aproximadamente 15 a 20 homens encapuzados, armados com arma de fogo longa e curta, arrombaram a residência e executaram seu filho com terçadadas no pescoço, no chão de sua casa. Na ação, também foi morto o padrasto de ‘L7’, Silviney Oliveira Araújo, 42.

Segundo relatos da mãe de ‘L7″, seu esposo Silviney não era envolvido com tráfico, mas seu filho era.

O esposo ainda tentou escapar dos bandidos pulando na água, mas foi alvejado com vários tiros.

‘Zé Roberto da Compensa’, é um narcotraficante líder de um grupo criminoso que atua no Amazonas.

Pelas regras da facção, ”L7” por ser filho de Zé Roberto, líder do CDN, que atualmente cumpre pena em um presídio federal, é quem deveria assumir o lugar do pai no comando da organização criminosa, mas tinha decidido deixar o mundo do crime e ‘aceitar Jesus junto a sua família’.

Ainda quando estava preso, L7 gravou um vídeo para o ”Chico Velho”, anunciando que estava saindo do mundo do crime para buscar Deus e que não queria mais seus familiares sofrendo com a situação dele.

“Não dá pra continuar, se não vou acabar que nem meu pai. Eu não tive nem a oportunidade de ver meu filho, não estou nem há um ano na rua e já fui perseguido de novo”, disse L7.

No entanto, sua decisão não foi bem aceita por seus companheiros, que acabaram assassinando também o padrasto de Luciano.

Ficha criminal extensa de Luciano – L7

“L7” foi preso no dia 2 de setembro de 2021 suspeito de cometer um duplo homicídio, no dia 4 de fevereiro do mesmo ano, no bairro da Compensa.

O crime vitimou Talyson dos Santos Souza e Rodrigo de Oliveira Lima, que tinham 24 e 32 anos, respectivamente. A dupla foi alvejada com diversos disparos de arma de fogo. Durante as investigações, Luciano foi apontado como mandante do duplo homicídio, e isso faz com que a polícia acreditasse que ele seria o líder de um grupo criminoso.

Luciano da Silva Babosa cumpria pena no regime e era monitorado com uso de tornozeleira eletrônica. Recentemente a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) comunicou à Vara de Execuções Penais sobre o desligamento do dispositivo de monitoramento eletrônico.

Ele responde na Justiça no processo de número 0637306-36.2018.8.04.0001 (homicídio qualificado) que tramita na 2.ª Vara do Tribunal do Júri, no processo 0603193-56.2018.8.04.0001 (Homicídio qualificado) que tramita na 3.ª Vara do Tribunal do Júri com julgamento em plenário pautado para o dia 31 de agosto de 2022 e no processo 0647021-68.2019.8.04.0001 (homicídio simples) que tramita na 2ª. Vara do Tribunal do Júri com audiência de instrução e julgamento pautada para o dia 2 de agosto de 2022.

Luciano era um dos líderes do Cartel do Norte (CDN), que se formou após a dissolução da Família do Norte (FDN), fundada pelo pai.

Publicado por: David Richard

ATENÇÃO: O vídeo abaixo contém cenas que podem ser consideradas perturbadoras e por isso não é recomendado para menores de idade ou pessoas sensíveis. Se você clicar para ver o conteúdo, estará automaticamente se declarando maior de idade e perfeitamente apto(a) e responsável pelos seus atos:

VEJA VÍDEO:

Happy
Haha
6
Sad
Triste
33
Excited
Amei
2
Sleepy
Tédio
1
Angry
Raiva
1
Surprise
Uau
13