Portal Amazon News

Conecta você à notícia

1 0

Manaus – A delegada Marna de Miranda, do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), agrediu, na tarde desta sexta-feira (17), a equipe de reportagem do site Imediato, danificando o equipamento dos profissionais que registravam um homicídio na Travessa São Pedro, no bairro da Compensa, na zona Oeste de Manaus.

O fato ocorreu durante live realizada pelo jornalista Thiago Gonçalves e pelo repórter cinematográfico Paulo Cesar de Araújo. Nas imagens, é possível ver o momento em que a delegada para em frente à câmara e dá um tapa no aparelho.

“Eu estava ao lado do carro do IML, em cima da calçada, registrando tudo com imagem embaçada como a gente sempre faz. De repente, a delegada veio na minha direção com a mão na arma e mandou eu desligar a câmera senão iria me prender. Antes que eu pudesse argumentar ela deu um tapa no celular que caiu no chão e quebrou. Ela ameaçou me prender do por desacato a autoridade”, explicou o cinegrafista do Imediato.

A justificativa de Marna de Miranda é que se tratava de vilipêndio de cadáver, crime previsto no artigo 212 do Código Penal. No entanto, o ato não se configura, uma vez que vilipêndio de cadáver é quando se utiliza a imagem para fins torpes e o site Imediato sempre preza pelo respeito às vítimas e seus familiares nas coberturas jornalísticas.

Afastada

Marna foi afastada da Delegacia de Homicídio por, segundo informações de bastidores, supostamente vazar informações de operações policiais.

Publicado por: David Richard

Fonte: Imediato

VEJA VÍDEO:

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
4
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
8
Surprise
Uau
2