TV Record mostra para o Brasil esquema de corrupção na Prefeitura de Coari; assista

Manaus – O programa Câmera Record, da Record TV, exibido na noite deste domingo, (11), revelou os casos de corrupção ocorridos no município de Coari. De acordo com a reportagem, somente no ano passado a cidade recebeu R$ 76 milhões de royalties do petróleo.

O montante faz Coari ocupar o segundo lugar no ranking de arrecadação no Amazonas. Mas, mesmo assim, os moradores da cidade vivem uma situação de sufoco, em serviços básicos.

O grande responsável por todo esse esquema de desvio de dinheiro, conforme o Ministério Público do Estado, é o prefeito Adail Filho, que teria dado dinheiro da prefeitura para amigos e para a irmã dele, Mayara Pinheiro, que foi eleita deputada estadual com o maior número de votos, na eleição passada. O pai dele, o ex-prefeito Adail Pinheiro, está preso por corrupção e aliciamento de menores.

Houve também desvio de combustível que, de acordo com o MPE, daria para realizar cem voltas ao mundo com o produto que era usado para abastecer carros da frota da cidade. A reportagem ainda publicou o esquema chamado de “mensalinho”, no qual todos os vereadores recebiam propina para aprovar projetos.

Assista a íntegra da reportagem do Câmera Record:

Prefeito passou apenas 74 dias de um ano inteiro na cidade de Coari (AM), aponta MP.


MP aponta prefeito Adail Filho como maior responsável pelos desvios em Coari (AM).


Prefeito passou apenas 74 dias de um ano inteiro na cidade de Coari (AM), aponta MP.


Vereadores confirmam que Prefeitura de Coari (AM) paga ‘mensalinho’ na Câmara.


Gravações sugerem envolvimento de ex-prefeito em escândalo de pedofilia.


Testemunhas dizem que juiz participa do esquema de corrupção do clã Pinheiro no AM.


Ao Câmera Record, prefeito Adail Filho se defende de acusações.