Site acusa Wilson Lima de praticar lobby com empresa americana

Manaus – O site ‘The Intercept Brasil’ publicou matéria, nesta segunda-feira (26), em que afirma que o governador do Amazonas, Wilson Lima, estaria praticando lobby com a empresa estrangeira InterAmerica Group para ‘exploração’ da região. De acordo com a publicação, escrita por Lee Fang, Lima já teria permitido, inclusive, que o fundador da empresa, que tem sede em Washington DC, Jerry Pierce Jr., representasse seu governo em reuniões com agências federais e o Congresso.

Ainda segundo a matéria, a InterAmerica Group já apresentou um “pacote informativo montado para empresas americanas em nome do governador brasileiro, promovendo a região amazônica por seu potencial de desenvolvimento. O pacote lista mineração, agronegócio e ‘indústria química de gás’ como’oportunidades’ para empresas americanas. Entre os ‘desafios’ para essas empresas em potencial está ‘garantir a conservação da floresta’”.

O texto de Lee Fang destaca, ainda, que o fundador da empresa, Jerry Pierce Jr., foi condenado a três anos de liberdade condicional, após se declarar culpado de fazer contribuições ilegais para campanhas eleitorais, usando o nome de outra pessoa. Ele figura, também, em imagens com membros da administração do presidente Donald Trump e em eventos de movimentos conservadores.

A matéria ressalta que “Amazonas sofre historicamente com a pobreza, o contrabando de drogas e a criminalidade’ e que “as discussões com o InterAmerica Group estão entre os muitos laços americanos com a expansão dos negócios na Amazônia”.

Nota

Em nota, o governo do Amazonas informou, no final da manhã desta terça-feira (27), que não trabalha com o Interamerica Group como afirma reportagem do ‘The Intercept Brasil’. Ainda segundo a nota, “logo que a atual gestão assumiu o Executivo Estadual, representantes do grupo procuraram o governo para oferecer parceria na atração de investimentos para o Estado do Amazonas, propondo inclusive a realização de um encontro com investidores em Washington. Porém, as tratativas não avançaram, não havendo nenhum tipo de acordo, parceria ou contrato com o Interamerica Group”.

O governo disse que trabalha, atualmente, com a construção do plano de desenvolvimento do Estado com horizontes de médio e longo prazos, que inclui planos para até 2030. “Este trabalho está sendo feito em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ONU)”.