Silas Malafaia protesta contra decisão da Câmara: “Um monte de deputado com rabo preso no STF”

Redação
0 0
Tempo de leitura:1 Minuto, 24 Segundo

Na noite desta sexta-feira (19), o pastor Silas Malafaia usou as redes sociais para protestar contra a decisão da Câmara dos Deputados, que manteve a prisão do deputado federal Daniel Silveira.

Com 364 votos, a Casa decidiu a favor de manter a prisão do parlamentar. Outros 130 deputados votaram contra e três se abstiveram.

– Eu não falei que já estava tudo combinado? Está aí a prova! Um monte de deputado com rabo preso no STF. A ditadura da toga do STF está oficializada! E o pior, com o respaldo da câmara dos deputados. Vergonha absoluta – declarou o religioso.

O deputado foi preso na madrugada de quarta-feira (17) por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, horas depois de ter postado um vídeo com críticas aos ministros da Corte. A prisão foi confirmada na quarta, por unanimidade, pelo plenário do Supremo.

Na tarde de quinta-feira (18), um juiz do gabinete de Moraes realizou a chamada audiência de custódia, para checar a regularidade da prisão.

Na ordem de prisão, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, afirmou que a conduta de Daniel Silveira se enquadra em artigos da lei de Segurança Nacional e que o flagrante está configurado porque a permanência do vídeo na internet primou, “de maneira clara e evidente, pela perpetuação dos delitos”.

Entretanto, a Constituição diz que deputados federais só podem ser presos em flagrante por crime inafiançável. Na decisão que determinou a prisão de Daniel Silveira, o ministro Alexandre de Moraes afirmou que a conduta do deputado se enquadra nesses requisitos, apesar de diversos especialistas, como o jurista Ives Gandra, manifestarem-se contra a decisão de Moraes.

Publicado por: David Richard

 

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleepy
Sleepy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

VÍDEO: Esposa flagra marido com outra em boate e executa amante a tiros

A Polícia Militar prendeu, nesta quinta-feira (18), uma mulher suspeita de matar suposta amante do marido em uma boate em Tianguá, no interior do Estado do Ceará. O crime, cuja motivação seria extraconjugal, segundo a Polícia, foi registrado por câmeras de segurança do estabelecimento. De acordo como o delegado plantonista […]

Obrigado pela visita!