Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

O senador defendeu a valorização dos profissionais da saúde e a importância da CPI para pressionar Bolsonaro a vacinar a população

Munido de propostas reais para continuar seu trabalho pelo Amazonas no Senado Federal, Omar Aziz (PSD-AM) participou de debate na Rede Calderaro de Comunicação, onde defendeu a luta pela aprovação do piso salarial da categoria de enfermagem e a prospecção de novos segmentos para a indústria amazonense. A sabatina com os candidatos ao Senado aconteceu na noite desta quinta-feira, 15/09, e o parlamentar criticou o fato dos adversários escolherem o caminho dos ataques pessoais e da difamação.

Omar Aziz frisou a necessidade de continuar a luta pelo piso salarial dos profissionais de enfermagem, cujo projeto foi barrado no Congresso Nacional. “Eu tive a oportunidade de governar esse Estado por apenas 4 anos e todos os servidores tiveram seus reajustes salariais. Temos procurado aprovar medidas para que os servidores brasileiros tenham a melhor remuneração possível. Por isso vou trabalhar para reverter uma decisão monocrática que não pode destruir o sonho de uma categoria que se esforçou ao máximo para salvar vidas nessa pandemia”, destacou o senador.

“O debate do jeito que está descambando não nos leva a nada. A população não está aqui para ver o que tem de picuinha um com o outro, mas sim de propostas que vão trazer mudança de fato nas suas vidas. O nosso caboclo está passando por dificuldades e é por ele que devemos lutar para trazer de volta um governo que se coloque no lugar das pessoas”, completou Omar.

O senador do Amazonas também destacou que seu apoio a candidatura de Lula (PT) garante a continuidade dos empregos da Zona Franca de Manaus (ZFM), visto que a gestão do Partido dos Trabalhadores foi responsável por prorrogar os incentivos fiscais por mais 50 anos. “Em nenhum desses governos (de Lula e Dilma) sofremos com a insegurança jurídica no Polo Industrial de Manaus (PIM) e precisamos trabalhar com o próximo governo eleito para a prospecção de novos segmentos econômicos”, afirmou Omar.

Nas suas considerações finais, o senador aproveitou para defender novamente o legado que a Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia deixou para o Brasil. “Nessa campanha eu vejo o desespero de certos candidatos. Eu fico muito tranquilo com relação a todos esses ataques porque há seis anos sou investigado e não precisei trancar processo nenhum no STJ. A gente defende a vida e a vacina salvou e continua salvando vidas, tudo por conta da nossa atuação na CPI da Covid, por isso pretendo continuar no senado lutando por você”, finalizou.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
1
Surprise
Uau
0