Regulamentação de espaços esportivos é discutido pela Prefeitura

Redação
0 0
Tempo de leitura:2 Minuto, 49 Segundo

As mudanças promovidas pela nova portaria que regulamenta a concessão de espaços públicos esportivos, como a criação de uma comissão com integrantes da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) para analisar pedidos de concessão e fiscalizar os espaços, foram discutidas pela Prefeitura de Manaus nesta quarta-feira, 9/5, na Minivila Olímpica do Coroado, zona Leste.

O encontro foi proposto pela Semjel para buscar entendimento e possíveis alterações na portaria 07/2018, publicada dia 4 de abril no Diário Oficial do Município (DOM), para, se possível, atender as demandas propostas pelos representantes de associações de moradores e ligas desportivas do Estado do Amazonas.

“É determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto para que tenhamos esses diálogos diretos com a população. Então estamos buscando um entendimento com esses responsáveis pelas concessões para podermos realizar um trabalho que venha beneficiar a população nas comunidades. Temos muitas novidades e, em breve, esperamos anunciá-las”, declarou o secretário da Semjel, João Carlos.

O subsecretário Elvys Damasceno destaca que a Semjel está buscando organizar a relação entre a secretaria e os concessionários. “Estamos trabalhando para que tudo seja feito de forma legal e a secretaria não venha sofrer penalidades posteriormente”, afirmou.

Para o presidente da Federação das Associações de Ligas Amadoras do Amazonas (Fedalizam), José Carlos, 56, o encontro foi válido para que os representantes das comunidades pudessem expor suas ideias. “A reunião foi muito proveitosa. Nós precisamos de uma linha de direcionamento e uma portaria traz esse alinhamento e essa legalidade. Essa reunião foi importante porque estamos dialogando sobre o que é bom para a secretaria e para nós que estamos trabalhando na ponta”, contou.

Já de acordo com o presidente da Associação de Moradores da Redenção, Nildo Lima, 36, a reunião serviu para estreitar o laço entre os representantes e a secretaria. “Gostaria de agradecer a iniciativa da Prefeitura em convidar os representantes das associações para discutir alguns artigos dessa nova portaria para que o nosso trabalho seja melhor realizado”, disse.

Parceria Público-Privada

A reunião serviu também para esclarecer a questão de parcerias realizadas com empresas privadas para a melhoria ou revitalização dos espaços públicos. De acordo com o representante jurídico da Semjel, Moyses Geber, as parcerias serão analisadas de acordo com as solicitações apresentadas pelas associações e ligas.

“A Semjel vai formalizar, legalizar as benfeitorias, as reformas e reparos realizados pelas ligas nessa questão das parcerias público-privadas entre as associações e parceiros privados que venham se interessar a participar das melhorias para espaços públicos nas comunidades. Estamos em contato com a Procuradoria Geral do Município (PGM) para regulamentar essa questão”, ressaltou.

Capacitação

A Prefeitura de Manaus irá além de apenas disponibilizar a portaria para que os representantes das ligas e associações a sigam. A prefeitura realizará, entre os dias 21 a 25 de maio, o curso de ‘Gestão de Espaços de Esporte e Lazer’, na Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (ESPI), Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul, para que aqueles que possuem a concessão de um espaço esportivo possam administrá-lo de forma correta.

Entre os conteúdos apresentados para os permissionários está instruções de administração de espaço de esportes e lazer; ética, cidadania e responsabilidade social; orientações de otimização de projetos e atividades; planejamento estratégico; gestão de pessoas; gestão de eventos e de recursos relacionados ao esporte e lazer; comunicação, marketing e relação com o mercado: negociação e vendas.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

Manaus Ambiental é notificada por falta d´água no Viver Melhor 2

A empresa Manaus Ambiental foi notificada pela Ageman por denúncias dos moradores do Residencial Viver Melhor 2, devido ao desabastecimento de água no local, que fica no bairro Cidade de Deus, na zona Leste. O órgão tem um prazo de três dias para regularizar o serviço e apresentar as justificativas para […]