Promotor acusado de receber propina de empresários é preso no Rio

Na manhã desta segunda-feira (03), a Polícia Federal prendeu em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o promotor de Justiça aposentado Flávio Bonazza.

A prisão se deu no âmbito da operação Ponto Final, um desdobramento da Lava Jato no Rio que busca desarticular uma organização criminosa que atuava no setor de transportes urbanos do Estado.

Segundo os investigadores, Flávio  Bonazza teria recebido, entre 2014 e 2016, 22 pagamentos no valor de R$ 60 mil para arquivar investigações e vazar informações em benefício de empresários de ônibus do Rio de Janeiro.

O procurador foi levado para a Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro e deverá ficar detido em Bangu 8.