Processo de impeachment de Wilson Lima e Carlos Almeida é protocolado na ALE-AM

Manaus – Os Conselhos Regionais de Economia e Administração entraram com processo de impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima, e de seu vice, Carlos Almeida. O documento foi protocolado digitalmente no início da tarde desta quarta-feira (29), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).

O documento foi assinado pelo presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), Mourão Junior, e pelo presidente do Conselho Regional de Administração (CRA-AM), Inácio Guedes.

O processo foi feito motivado por toda situação que o Amazonas enfrenta e que se agrava por conta da pandemia do novo coronavírus, segundo Mourão Junior.

“Nos unimos diante do mal uso do dinheiro público, principalmente pela questão da crise da economia gerada com a pandemia do novo coronavírus. O que vemos são superfaturamentos em compras e outras denúncias que especificamos no documento”, revela Mourão.

Segundo o presidente do Corecon, os conselhos regionais estão se manifestando tecnicamente contras as ações do governo do Amazonas. “Além do nosso dever de fiscalizar a profissão, temos um dever perante a sociedade civil, que nesse momento está sofrendo. Vemos pessoas morrendo e não sendo atendidas, vemos enterros em massa, pessoas sepultadas em valas comuns. Nós estamos unidos em prol dessa situação e colocamos através desse pedido de impeachment nossa manifestação técnica”, explicou.

O processo de impeachment será disponibilizado à imprensa pelos conselhos após o retorno do número de protocolo gerado pela ALE-AM.