Policiais civis são agraciados com o prêmio Oscar da Segurança e Cidadania do Amazonas

MANAUS – Delegados, investigadores e escrivães da Polícia Civil do Amazonas foram condecorados durante a premiação do 7° Oscar da Segurança e Cidadania do Amazonas, realizada na noite de sexta-feira (30/3), no Centro de Convenções Vasco Vasques, zona centro-sul da capital.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mariolino Brito, teve seu trabalho à frente do Departamento de Polícia do Interior (DPI) reconhecido durante a premiação. “Quando escolhemos a função de policiais, nós abdicamos a nossa vida em prol de todas distintamente. E hoje, recebendo o reconhecimento, é melhor ainda. Nós nos certificamos de atender a todos distintamente, porque acreditamos que podemos ajudar aqueles que precisam do olhar da polícia, da Justiça. Agradeço muito e espero que tenhamos mais força para fazer o melhor para a nossa sociedade”, afirmou.

Mais homenagens

Os diretores do Departamentos de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Guilherme Torres e Paulo Mavignier, respectivamente, também foram agraciados com o troféu. Nas Delegacias Especializadas de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) e em Crimes contra a Mulher (DECCM), as delegadas Juliana Tuma e Débora Mafra, titulares das unidades policiais, respectivamente, foram reconhecidas pelo excelente trabalho frente às unidades que tratam de temas tão delicados e de interesse da comunidade.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), representada pelo delegado Juan Valério, recebeu o prêmio pela celeridade na qual os servidores tratam os casos que chegam na unidade, dando pronta resposta à população.

Ainda receberam o troféu pelo trabalho executado frente às unidades policiais, os delegados Jander Mafra, quando titular do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), os servidores da 34° Delegacia Interativa do Careiro Castanho. O coordenador do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), investigador Edilei Rodrigues, conhecido como “Popó”, também foi agraciado durante o evento.

Ao longo da solenidade, foi dado destaque para a investigadora Priscila Teixeira, pela atuação no Gabinete do Delegado-Geral. Outro investigador que também recebeu a premiação foi Domingos Guimarães, que esteve à frente da chefia de investigação da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

O escrivão Fabricio Oliveira, do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), foi condecorado pelo exímio trabalho no setor que coordenada todas as unidades da capital e municípios da região metropolitana.

Herói Vivo

Neste ano a premiação criou uma nova categoria e premiou o delegado Péricles Nascimento com o troféu “Herói Vivo”. No dia 8 de outubro de 2018, quando titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Nascimento foi atingindo com um disparo de arma de fogo durante ação policial.

Operação Jaleco Preto

Com o filho de uma das vítimas da quadrilha de falsos médicos que agia nos hospitais da capital, o delegado Cícero Túlio e sua equipe receberam troféu pelo êxito na operação “Jaleco Preto”, deflagrada no dia 23 de novembro de 2017, que desarticulou uma quadrilha especializada em aplicar o golpe do “falso médico” em cerca de 10 hospitais, entre particulares e da rede pública, do Amazonas. Na ocasião, a operação teve como objetivo cumprir oito mandados de prisão temporária, além de três mandados de condução coercitiva na Penitenciária Major PM Eldo Sá Correa, conhecida como “Mata Grande”, em Rondonópolis.

Sobre a premiação

O prêmio existe desde 2009 e reconhece o trabalho de homens e mulheres incansáveis na segurança pública do Estado. A cada ano, uma comissão multidisciplinar formada por jornalistas, operadores do sistema de segurança, lideranças sindicais e o representante da HF Comunicação e investigador de polícia, Hilton Ferreira, avaliam o desempenho do setor agraciados.

Este ano, o desembargador Flávio Pascarelli, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) foi escolhido como a “personalidade do ano”. Em seu discurso, elogiou a atuação das forças de segurança e se disse feliz com a homenagem.

Exposição

Além da cerimônia, grupos especiais das forças de segurança também expuseram equipamentos utilizados no dia a dia da corporação e apresentaram projetos, como o “Joao e Maria”. Empresas de segurança e tecnologia também participaram da cerimônia.