Polícia Civil prende jovem pela autoria de latrocínio tentado que aconteceu em julho de 2017, no bairro Japiim

Redação
0 0
Tempo de leitura:2 Minuto, 15 Segundo

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando da delegada Benvinda de Gusmão Santana, titular da unidade policial, cumpriu na manhã desta quarta-feira (04/04), por volta das 7h, em uma casa situada na rua B3 do bairro Japiim, zona sul da capital, mandado de prisão preventiva por tentativa de latrocínio em nome de Júlio César Cavalcante Barroncas, 18, conhecido como “Julinho”.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu no dia 19 de julho de 2017, em uma drogaria localizada na avenida Rodrigo Otávio, no Japiim, e teve como vítima uma funcionária do estabelecimento, uma mulher de 30 anos.Conforme Santana, no dia do delito, Júlio entrou no local e, portando uma arma de fogo, abordou a mulher e exigiu que ela entregasse a ele dinheiro e o aparelho celular dela.

“A vítima informou que não estava com o celular dela e, em determinado momento, quando o infrator ficou distraído, ela travou luta corporal com ele e acabou sendo alvejada na barriga com um tiro, efetuado por Júlio César.  Em seguida, o elemento conseguiu roubar do estabelecimento R$ 212 em espécie, além de um aparelho celular pertencente a uma cliente da drogaria, antes de empreender fuga”, explicou a delegada titular do 3° DIP.

Inquérito Policial – Benvinda de Gusmão argumentou, ainda, que as investigações foram iniciadas quando foi instaurado um Inquérito Policial (IP) na delegacia para investigar o caso. Ao longo das diligências, os policiais civis identificaram que Júlio e mais quatro pessoas estão envolvidas em roubos a drogarias no bairro Japiim. Dois dos infratores já foram presos pela polícia pelos delitos, enquanto os outros dois envolvidos já tiveram mandados de prisão preventiva representados à Justiça em nome deles.

Após a conclusão do IP, o mandado de prisão preventiva por tentativa de latrocínio em nome de Júlio foi expedido nodia 15 de março deste ano, pelo juiz Luis Alberto Nascimento Albuquerque, da 1ª Vara Criminal, além de mandado de busca e apreensão para o endereço do infrator, expedido no dia 22 de março deste ano, pelo juiz Henrique Veiga Lima, da 9ª Vara Criminal.

“Montamos campana nas proximidades da casa dos avós do indivíduo e na manhã de hoje nos deslocamos até o imóvel, onde fomos recebidos por ele. Realizamos buscas no imóvel, a fim de encontrarmos a arma de fogo utilizada por ele na tentativa de homicídio, mas não achamos a arma”, concluiu Santana.

Ao término dos procedimentos cabíveis no 3° DIP, o jovem será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde ficará à disposição da Justiça. 

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

Interdição da rua S, no conjunto Galileia, é transferida para sexta-feira (06/04)

A interdição da rua S, situada no conjunto Galileia, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, foi adiada para sexta-feira (06/04). Somente, então, a partir do dia 6, e não mais nesta quinta-feira (05/04) como estava previsto, é que se dará o início da mobilização para a construção de mais […]