No Twitter, Bolsonaro diz que quem queima bandeira é ”terrorista sim”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a chamar, nesta quarta-feira (3/6), os manifestantes que fizeram ato antifacista de “terroristas”.

Bolsonaro disse, em sua conta no Twitter, que “quem promove o caos, queima a bandeira nacional como forma de ‘protestar’ é terrorista sim”. O tuíte foi uma resposta a uma reportagem que dizia que o presidente tinha chamado os manifestantes contra o governo dele de “terroristas”. “Manifestantes, contra ou a favor do governo, é outra coisa”, emendou.

Na manifestação de segunda-feira (1º/6) contra preconceito racial e o fascismo, em Curitiba, foram registradas cenas de vandalismo. Na sede do governo do Paraná — o Palácio Iguaçu —, manifestantes arrancaram e queimaram bandeira do Brasil e também picharam muros.