Mulher é presa ao tentar entrar em presídio com 12 celulares

Uma mulher de 22 anos foi detida no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, ao tentar entrar no presídio com 12 celulares. Ela também portava chicletes, carregadores, fones, chips, uma marreta e comprimidos não especificados.

Todo o material apreendido estava grudado no corpo da mulher, por meio de um macacão modelador, com fita adesiva, conforme o boletim de ocorrência, registrado no domingo (26).

Ainda segundo o registrado no boletim de ocorrência, a suspeita é natural de Araxá, no Triângulo Mineiro, e portava um documento de identidade falso. Para burlar o sistema de segurança, ela disse que estava grávida e apresentou um ultrassom falso para comprovar a gestação.

Vale lembrar que gestantes não passam pelo procedimento de escaneamento de corpo. Apesar das tentativas, ela foi detida por agentes penitenciários ao entrar em contradição em suas explicações para realizar a visita.

Procurada, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), responsável pela administração prisional, confirmou as informações do boletim de ocorrência e informou que a mulher foi encaminhada para uma delegacia da Polícia Civil. De lá, seguiu para o presídio de Vespasiano, também na Grande BH.

Vídeo: