Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manaus – O Ministério da Educação bloqueou R$ 38 milhões da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O montante representa 5,3% do orçamento global aprovado para 2019, que é de R$ 720 milhões. A universidade tenta reverter o bloqueio, mas caso os recursos não sejam liberados pelo Governo Federal, um remanejamento orçamentário será feito nas áreas da instituição. Um eventual corte deve impactar diretamente na iniciação científica da universidade centenária.

No final de abril o governo federal anunciou que cortaria R$ 5,8 bilhões do orçamento do MEC para 2019. Após o corte de 30% do orçamento global do ministério, universidades e institutos federais em todo o Brasil constataram bloqueio de valores.

A Universidade Federal do Amazonas recebeu um comunicado sobre o valor global bloqueado nessa segunda-feira (6). O bloqueio pode deixar a instituição sem recursos para pagar todas as contas. O reitor da Ufam, Sylvio Puga, explica que a situação atual é de um bloqueio orçamentário e que a instituição vai trabalhar para uma reversão do bloqueio e, para isso, deve adotar medidas para reduzir os impactos nas atividades da universidade.

“Não significa que esse valor não exista mais. São R$ 38 milhões que estão na nossa conta bloqueados e que não podemos usar. Vamos trabalhar para que volte. Essa é a primeira premissa nossa”, comentou o reitor.

| Orçamento anual da Ufam: R$ 720 milhões
| Bloqueio: R$ 38 milhões (5,3% do orçamento)
Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0