24 de janeiro de 2022

Portal Amazon News

Conecta você à notícia

Identidade visual do Festival Amazonas de Ópera cria cenário fantástico com elementos de cada ópera

0 0

Um universo em que convivessem os elementos de cada obra foi a ideia central para a criação da identidade visual do 21º Festival Amazonas de Ópera (FAO), que acontece até 2 de junho. Elementos mesclados do ambiente de cada história e personagens escondidos estão na peça que agora vai fazer parte de um desafio nas redes sociais da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

O FAO 2018 é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio do Bradesco Prime – que celebra 10 anos de parceria com o festival –, incentivo do Ministério da Cultura (Minc) por meio da Lei Rouanet; além do apoio da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC) e da Aliança Francesa.

Segundo a assessora de marketing da SEC, Karla Colares, a arte final, criada pelo designer Bruno Richelle, e o conceito surgiram em parceria com o Departamento de Marketing da secretaria e com o diretor artístico adjunto do FAO, o maestro Marcelo de Jesus.

“O maestro Marcelo de Jesus nos apresentou os elementos de cada ópera e pediu que cada uma tivesse suas características representadas na arte. Foi então que decidimos criar um cenário fantástico”, explica.

Elementos utilizados – Envolvida na cor azul, representando o vulcão da obra Kawah Ijen, a arte apresenta o barco de “Florencia en el Amazonas”, a floresta de “Dessana Dessana”, e esconde personagens e elementos das óperas “Faust” e “Acis and Galatea”. O maestro Marcelo de Jesus declarou que a ideia de colocar “easter eggs” – elementos de referência escondidos – surgiu durante o processo de criação do cenário.

“A ideia que apresentei para o designer Bruno Richelle era para que juntássemos os elementos de uma forma que não fosse apenas informativa, mas artística, que enriquecesse ainda mais o Festival. Então, quando vi pela primeira vez o barco de ‘Florencia’ na arte, pensei que poderia ter alguém dentro do barco, então o Bruno criou não apenas um, mas vários ‘easter eggs’ para serem encontrados”, revela o maestro.

Desafio – A SEC lançou um desafio especial com a identidade visual do FAO para que o público descubra onde estão os personagens de cada ópera. A arte foi lançada em um formato especial no Instagram da Secretaria com as instruções para o público jogar.

“É importante que o público conheça essa identidade e se interesse ainda mais pelas obras do FAO”, diz a assessora de marketing, Karla Colares.

De acordo com Marcelo de Jesus, o desafio envolvendo a identidade visual se alinha aos formatos contemporâneos que foram lançados na programação do 21º FAO. “É mais uma forma de provocar com a arte, dessa vez usando a identidade visual, algo que ainda não tínhamos feito. Isto se equivale aos eventos de intervenção artística e projetos como o ‘Ópera Delivery’, que são novas formas de automodernização”, diz Marcelo.

Festival Amazonas de Ópera – Neste ano, o Festival conta com a apresentação de cinco óperas: “Faust”, “Dessana Dessana”, “Florencia en el Amazonas”, “Acis and Galatea” e a estreia mundial “Kawah Ijen (Vulcão azul)”. Os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Teatro Amazonas e no site www.aloingressos.com.br, com valores que vão de R$ 5 a R$ 60.

Durante a temporada de ópera, também acontecerão atividades paralelas nos centros de convivências, shoppings, nos municípios de Manacapuru, Iranduba (no distrito do Cacau Pirera) e em Novo Airão; além do “Ópera delivery”, que levará sessões exclusivas de trechos de obras à casa dos amazonenses, e do projeto “Ópera Studio”, da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que apresentará “La Boheme”, de Giacomo Puccini, no Teatro da Instalação.

Sobre o Bradesco Cultura – Com mais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, museus, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição tem, ainda, uma plataforma de naming rights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2018, já passaram pela Temporada Cultural do Bradesco as exposições Julio Le Parc, Mira Schendel e Hilma af Klint, o espetáculo Bibi Ferreira e o Lollapalooza Brasil. Estão em cartaz os musicais Peter Pan e Ayrton Senna, além de diversas atrações confirmadas ao longo do ano, como os festivais de Parintins, Tiradentes, a festa junina de São João do Caruaru, ArtRio, MIMO e MADE, entre outras.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0