Flamengo se recupera, goleia Del Valle por 4 a 0 e se classifica na Libertadores

Um Flamengo com muitos meninos da casa se impôs e venceu com autoridade o Independiente del Valle. Após o massacre por 5 a 0 em Quito, a equipe venceu hoje (30) por 4 a 0, com gols de Lincoln, Pedro e Bruno Henrique (2), fez a festa no Maracanã e carimbou a vaga às oitavas de final da Libertadores.

Com uma atuação muito segura e sabendo explorar os muitos espaços deixados pelos equatorianos, o Fla fez da velocidade a sua grande arma e goleou um adversário que estava entalado na garganta dos rubro-negros.

A equipe dá um tempo na Libertadores e volta suas atenções para o Brasileiro. No domingo (4), a equipe recebe o Athletico, às 16h, no Maracanã.

Lincoln marca e brilha após críticas

O atacante Lincoln viveu uma semana agitada. Após uma piada de Paulo Cesar Pereira, vice de secretaria do Fla, o jogador se irritou e a saída do clube ficou mais próxima. Escalado contra o Del Valle, ele deixou sua marca na vitória e foi incansável na partida. Com muita entrega e participação inclusive pelos lados do campo, Lincoln foi peça importante na partida.

Flamengo faminto liquida o adversário

Um Flamengo recheado de garotos da casa teve atuação de gente grande e colocou o Del Valle no bolso. Com a linha mais alta e muito empenho na marcação, o Rubro-negro foi implacável nos contra-ataques e muito veloz para pegar o adversário aberto. A dupla de zaga formada por Natan e Noga foi muito bem, assim como os laterais Matheuzinho e Ramon. O criticado Lincoln marcou um gol e foi destaque.

Del Valle mantém suas características e se complica

Apesar da derrota sem contestação, o Del Valle não abriu mão de suas características em momento algum. Com gosto pela bola e em busca do gol, a equipe, no entanto, foi muito bem neutralizada pelo rival. Os equatorianos cometeram o pecado de sair em demasia e deixar muitos espaços para os contra-ataques, o que foi decisivo para a derrota.

Hugo volta a atuar bem

Após a estreia de gala no empate contra o Palmeiras, o goleiro Hugo Souza foi novamente acionado e não decepcionou. O garoto da casa foi teve trabalho com o bombardeio de fora da área do Del Valle, mas mostrou muita segurança, especialmente em defesa dificílima em arremate de Guerrero. Fora uma ou outra hesitação para sair jogando com o pé, o goleiro fez um jogo para lá de seguro.

Gabigol volta com assistência e lesão

O atacante Gabigol voltou após dias de recuperação por uma lesão na coxa que o tirou dos dois últimos jogos. Com muita disposição, o artilheiro correu muito, brigou com os zagueiros e deixou Pedro livre para marcar. Em disputa normal, o jogador pisou em falso, caiu sentindo muitas dores e foi substituído minutos depois. Ele saiu gesticulando e deu a entender que o recém-reformado gramado do Maracanã foi responsável pela lesão.

Cronologia

Aos 25 minutos da etapa inicial, Lincoln bateu após passe de Matheuzinho e abriu o placar. Aos 30, Pedro recebeu de Gabigol e só empurrou para o gol. Aos 5 da etapa final, Bruno Henrique aproveitou rebote de Pinos e ampliou. Aos 26, Arrascaeta deu lindo passe e Bruno Henrique ampliou.

Homenagem de um lado

O Flamengo recordou na noite de hoje a perda do ídolo Silva Batuta, jogador que fez história com a camisa rubro-negra. Além de um vídeo com depoimentos de colegas de clube, o Fla personalizou uma camisa 10 com o nome do antigo atacante e exibiu o manto no vestiário do Maracanã.

…e do outro

O Independiente del Valle também prestou reverências ao cartunista argentino Quino, que também morreu nesta quarta-feira. Em seu Twitter, o clube postou uma imagem da personagem Mafalda, criação do artista, e lamentou a perda.

Flamengo x Independiente del Valle.

Data: 30/09/2020

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)

Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Pablo Gonzalez (ARG)

Cartões amarelos: Torres, Guerrero, Alvarado (IND); Noga (FLA)

Cartões vermelhos:

Gols: Lincoln, aos 25 minutos do primeiro tempo; Pedro, aos 30 minutos do primeiro tempo; Bruno Henrique, aos 5 minutos do segundo tempo e aos 26 do segundo tempo.

Flamengo

Hugo; Matheuzinho (Isla), Natan, Noga e Ramon; Thiago Maia (Diego), Gerson e Arrascaeta; Gabigol (Bruno Henrique), Pedro (Michael) e ou Lincoln (Guilherme Bala). Técnico: Jordi Guerrero.

Independiente

Jorge Pinos; Landazuri, Schunke, Segovia, Preciado; Faravelli, Pellerano (Montaño) e M. Caicedo; Fernando Guerrero (Alvarado), Ortiz (Sánchez) e Torres (Chávez). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Edição: David Richard