Festival Paralímpico será realizado pela primeira vez em Manaus com 7,2 mil alunos

Manaus/AM – A capital amazonense vai sediar, pela primeira vez, no próximo sábado, 22/9, das 8h às 12h, o Festival Paralímpico na Vila Olímpica de Manaus, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste. O evento é fruto da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), e terá uma série de modalidades, envolvendo aproximadamente 7,2 mil crianças e adolescentes, com faixa etária de 10 a 17 anos.

A Semed já realiza os Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), considerado pelo CPB como o maior evento esportivo adaptado do país. Junto com 48 cidades em todo o país e o Distrito Federal, a secretaria firmou um termo de parceria com CPB para a realização do evento, em sua 4ª edição.

O Festival Paralímpico faz parte das celebrações do Dia Nacional do Atleta Paralímpico e foi instituído a partir do Decreto de Lei nº 12.622, de 8 de maio de 2012. Durante o festival, são desenvolvidas atividades nas modalidades de atletismo, basquete em cadeiras de rodas, bocha, futebol de cinco (pessoas com deficiência visual), futebol de sete (para paralisados cerebrais), goalball, judô, parabadminton, parataekwondo, tênis de mesa, tênis de cadeira de rodas e vôlei sentado.

A comemoração do Dia Nacional do Atleta Paralímpico é uma sequência alusiva ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado na sexta-feira, 21/9, desde 2005. O objetivo é conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meio de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

De acordo com a coordenadora dos Jaavas e coordenadora do festival em Manaus, Shirley Amaral, serão atendidos na capital aproximadamente 160 alunos da rede pública e instituições parceiras, nas modalidades de atletismo, futebol de cinco e goalball, por meio de jogos de iniciação.

Para educadora da Semed, o momento é único não apenas para o município de Manaus, mas para todo o Estado. “Essa é a primeira edição do evento em Manaus, graças ao Jaavas da Semed, em que o município se destacou no seminário da Região Norte, realizado em maio. É um reconhecimento da grandiosidade dos Jaavas”.

Importante

Para o coordenador de Esporte Escolar, subordinado à direção técnica do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Ramos Pereira de Souza, a iniciativa da Semed na realização do Jaavas é algo que deve servir de exemplo para outras cidades

“Ter a expertise em promover eventos que agreguem alunos com e sem deficiência, isso demonstra respeito social. Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). O CPB apoia estas iniciavas e, certamente, são os nossos braços e/ou parceiros fora de São Paulo”, comentou.