Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manaus – Um famoso estelionatário com várias passagens pela polícia e com 39 boletins de ocorrências, registrados desde 2012, voltou a ser preso pelo mesmo crime. Tiago da Silva Cortez, de 28 anos, foi apresentado à imprensa na manhã desta terça-feira (30), no prédio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

Tiago foi preso na tarde de segunda-feira (29), por volta das 15h, na rua Sátiro Dias, no bairro São Francisco, na Zona Sul de Manaus. O mandado de prisão preventiva foi expedido no dia 29 de janeiro deste ano, pela juíza Margareth Rose Cruz Hoagen, da 7ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam).

Aproveitando-se da inocência e dos sonhos de algumas pessoas, Tiago, segundo as investigações da Polícia Civil, já lucrou mais de R$ 1 milhão com os golpes. Entre suas artimanhas, Tiago se passava por cerimonialista, corretor de imóveis e construtor imobiliário.

Com o golpe de cerimonialista, Tiago enganou 43 pessoas, que pagaram R$ 500 mil pela formatura. Ele foi preso pelo crime em 2017, pelo delegado Demétrius Queiroz, adjunto do Departamento de Repreensão ao Crime Organizado (DRCO).

De acordo com o delegado Guilherme Torres, titular da Derfd, em uma das ações, ele aplicou golpe de R$ 80 mil com a promessa da venda de um terreno e construção de uma casa. Após receber o valor, Tiago desapareceu, não atendeu mais as ligações e bloqueou a vítima no WhatsApp.

“Tiago tem uma carreira no mundo do crime desde 2012 e com 39 boletins de ocorrência. Ele se passava por cerimonialista, corretor de imóveis e construtor imobiliário. Nos contratos, ele usava o nome do pai. Nos boletins de ocorrência, soma-se mais de R$ 1 milhão com os golpes de estelionato”, esclareceu o delegado Guilherme Torres.

Durante a coletiva de imprensa, Tiago preferiu não comentar sobre as acusações. Ele mantinha um alto estilo de vida enganando as pessoas, segundo a polícia.

Devendo traficante 

Conforme informações preliminares, Tiago deve um traficante de drogas no conjunto Águas Claras, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte da capital. Ele também teria enganado um delegado da Polícia Civil.

Tiago foi indiciado por estelionato na Derfd. Ele ficará preso no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), quilômetro 8 da BR-174, onde aguardará a decisão da Justiça.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0