Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manaus – O bispo Edir Macedo, dono da Rede Record de televisão está disposto a tornar a Record líder de audiência em todo o Brasil, meta que ele persegue desde de que comprou a emissora nos anos 90.

A Record saiu de emissora falida, quando pertencia ao empresário dono do SBT, Silvio Santos, para se tornar a segunda maior emissora do país e hoje está entre as 10 maiores do mundo.

Na semana passada a Rede Record pediu o sinal que aqui no Amazonas é repetido pela TV A crítica, para tomar as redias da programação local e aumentar a participação da emissora aqui. Nos bastidores a conversa é que o bispo, não estava satisfeito com a Tv A crítica, que desobedeceu ordens dos executivos da emissora e teimou em ampliar sua programação local, desprestigiando a nacional. Outro fator que contou e não tão menos importante, seria a negativa de Dissica Calderaro em colocar orações e participações dos bispos da igreja universal no Amazonas.

Dissica foi procurado por diversas vezes por bispos locais para inserções de mensagens da igreja em programas como o Alô Amazonas e Cidade Alerta Manaus e foi empurrando com a barriga para não atender. Isso também teria irritado Edir Macedo, já que a Igreja universal compra praticamente todo o horário da madrugada na emissora e paga esse horário a peso de ouro.

Todos sabem da persistência e personalidade vingativa de Edir Macedo, que passou a ser uma pedra no sapato da Rede Globo após sofrer perseguições da emissora de Roberto Marinho no início dos anos 90, fato que ficou explícito em sua biografia e no filme “Nada a perder” que contou sua história no cinema. Edir Macedo não gosta de ser contrariado e agora a emissora dos Calderaros estaria provando do veneno do bispo paulista.

Prova disso é o investimento ousado que está sendo feito na praça de Manaus, a Record Manaus chega prometendo puxar uma verdadeira guerra pela audiência local. Já foram anunciados os nomes de Fabíola Gadelha, que comandará um programa que será exibido a partir do próximo dia 17 de junho, quando a Record Manaus inicia suas atividades e agora o nome de Clayton Pascarelli para comandar um programa que provavelmente será concorrente direto do Alô Amazonas.

Outros nomes de peso e investimento em reportagens especiais, externas, links ao vivo e até um helicóptero que ajudará nas coberturas, são as armas que Edir Macedo promete utilizar nessa guerra pela audiência local.

A Record promete estremecer o mercado televisivo local e lutar para alcançar a liderança no Estado.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0