Durante assalto, detento do regime semiaberto é morto a tiros por ‘Justiceiro’

Manaus – O detento do regime semiaberto Eduardo da Silva Cruz, de 22 anos, foi morto a tiros ao tentar assaltar um café da manhã, localizado na rua Alexandre Magno, no bairro Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com testemunhas, o homem chegou ao estabelecimento em uma moto preta com outro suspeito na garupa. A dupla anunciou o assalto e chegou a efetuar disparos contra os clientes. Entretanto, os criminosos foram surpreendidos por um homem armado, que estava no local.

O “justiceiro”, que não foi identificado, atirou contra os assaltantes. Eduardo foi atingido com dois tiros. O comparsa dele conseguiu fugir levando os pertences dos clientes e o dinheiro do caixa.

“Eles chegaram e realizaram três disparos. Pegaram o dinheiro que estava no caixa e alguns objetos dos clientes, mas na hora que estavam fugindo foram surpreendidos por um homem que estava tomando café no local.  Ainda estou em choque”, afirmou uma cliente, que preferiu não se identificar.

Conforme o delegado Rafael Allemand, titular da Seccional da Zona Centro-Sul, Eduardo tinha quatro passagens pela polícia e era monitorizado por tornozeleira eletrônica

“Todas as informações levantadas serão encaminhadas para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde será investigado quem era o outro assaltante e a pessoa que efetuou os disparos. Encontramos um revólver calibre 38 com o Eduardo”, frisou o delegado.

Após o levantamento das informações, o caso deve ser encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Deixe seu comentário