Dupla é surpreendida por pistoleiros e executados à queima-roupa

Manaus | Dois homens identificados como Rubens Rezende de Castro e Gildomar da Conceição, 32 e 35 anos respectivamente, foram mortos, alvejados por tiros na manhã deste sábado (29), na Av. Airão no Centro de Manaus. A suspeita da polícia é que os indivíduos tinham envolvimento com uma organização criminosa.

O duplo homicídio ocorreu por volta de 11h da manhã quando as vítimas trafegavam no local em uma motocicleta e ao parar no semáforo da via, foram abordadas pelos autores do crime que conduziam um carro de modelo Fiat Pálio, na cor preta. Segundo a equipe da polícia militar da 24º Companhia Interativa de Polícia (Cicom), que atenderam a ocorrência, os autores efetuaram 16 disparos de arma de fogo a queima-roupa, contra as vítimas, que morreram no local.

A polícia suspeita que Rubens e Gildomar eram envolvidos com uma organização criminosa da capital conhecida por comandar o tráfico de drogas em vários bairro de Manaus. Uma das vítimas estava usando tornozeleira eletrônica, quando o crime aconteceu.

O pai de Rubens, que esteve no local do ocorrido para reconhecer o corpo e não quis ter a identidade revelada, afirmou que não tinha conhecimento de que filho teria envolvimento com o crime.

“Ele era um homem de bem, nunca fez maldade com ninguém. Ele não era envolvido no tráfico, nunca ouvi nada assim a respeito dele, não entendo o motivo pelo qual essa tragédia aconteceu”, contou o pai.

O IML esteve no local onde fez a remoção do corpo e a ação será investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) continuará investigando o crime.

VÍDEO DA EXECUÇÃO:

Foto: David Richard