Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manaus – Um cuidador de idosos de 40 anos foi preso suspeito de maltratar a uma aposentada de 77 anos, na Zona Sul de Manaus. Segundo a Polícia Civil, Rosivaldo de Sousa Gama foi denunciado por maus-tratos, negligência, exposição de idoso ao perigo, apropriação de bens, retenção de documentos e indução de idoso sem discernimento.

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (21), o suspeito contou que não é cuidador por formação, mas passou a cuidar da idosa após encontrá-la desmaiada no chão do apartamento em que morava – em 2015.

De acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI), a idosa não possui filhos ou parentes próximos e morava em um apartamento de luxo sozinha. A situação do caso chegou até a polícia por meio de uma denúncia de um primo da vítima, de outro estado, que decidiu visitá-la. Ao chegar no endereço, não a encontrou.

“A síndica do prédio contou que o cuidador da idosa, em outubro de 2018, a levou para residir na casa dele, para ter melhores cuidados. Também foi informado que possivelmente ela estava sendo usurpada do seus direitos pessoais e patrimoniais”, explicou a delegada.

A polícia passou a investigar a localização da senhora após a denúncia do primo. Nesta segunda, por volta das 9h30, a equipe da delegacia especializada a encontrou na casa do suspeito.

“A idosa estava morando de fato na casa desse cuidador. Ela foi encontrada em uma situação precária: de higiene e saúde. Era um local fétido, mal iluminado e sem ventilação. A aposentada estava em cima de uma cama, sem alimentação, totalmente urinada”, completou.

A titular informou que não somente ficou comprovado o crime patrimonial do apartamento da idosa, mas também logo foram identificado delitos contra a aposentada.

Questionado sobre a situação de maus-tratos, o suspeito negou o envolvimento e disse cuidar da idosa. Em relação ao apartamento, o homem contou na delegacia que a vítima lhe deu uma procuração para repasse do imóvel.

A delegada Andrea contou ainda que o suspeito estava fazendo uso pessoal dos cartões da idosa.

“O cartão foi encontrado dentro da carteira dele, assim como os demais documentos do imóvel, pessoais. A idosa já havia, inclusive, outorgado duas procurações para esse cuidador dando plenos poderes para ele representá-la perante órgãos públicos. É mais um crime que ele vai responder também: indução da pessoa idosa sem discernimento a outorgar procuração”, disse.

Conforme a autoridade policial, a aposentada não tem condições de manifestar a sua vontade pois sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em 2018 e, desde então, possui complicações de saúde.

A Polícia Civil também investigará mais pessoas suspeitas de participação no caso. Uma vez que, na casa do suspeito morava mais dez pessoas e estavam ciente de toda situação.

O suspeito foi autuado em flagrante por maus-tratos, apropriação de bens do idoso, exposição de idoso a perigo e indução de pessoa idosa. O homem será levado para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, na Zona Sul de Manaus.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0