Cozinheira é morta a tiros por vingança na Zona Oeste de Manaus

Manaus – Uma cozinheira de 47 anos foi assassinada a tiros no início da madrugada desta segunda-feira (23) no bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Manaus. Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima teria mandado um grupo agredir o suspeito há quatro anos. Como vingança, o homem, de 27 anos, planejou o crime. Ele foi preso e confessou o homicídio.

O crime ocorreu na Avenida Laguna por volta de meia-noite quando a vítima, na companhia do suspeito e de outro homem, trafegava a via. A cozinheira foi surpreendida pelos disparos de arma feitos pelo rapaz, segundo a polícia.

A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O homem foi preso em flagrante e confessou o crime, segundo informou a polícia.

Em depoimento para a polícia, ele contou que a motivação do crime foi uma vingança.

“O suspeito é usuário de drogas. Há mais ou menos quatro anos ele [suspeito] foi agredido por um grupo de homens, a mando da vítima. Ele narra que ficou com vários hematomas por conta dessa agressão e decidiu se vingar, mas que aguardava o momento certo e decidiu matá-la ontem”, disse um investigador da DEHS.

O motivo do suspeito ter sido agredido na época foi uma briga que ele teria tido com a mulher no beco onde ela morava. Segundo a polícia, o homem foi ao local para comprar drogas e se desentendeu com a mulher.

Ele foi preso, em flagrante, e deve responder por homicídio. O suspeito foi levado ao 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde prestou depoimento. O caso será investigado pela especializada. O corpo da vítima foi removido do local pelos agentes do Instituto Médico Legal (IML).