Brasil não precisa de ‘grana’ de outros países para proteção da Amazônia, diz Bolsonaro

Após a Alemanha congelar R$ 155 milhões para o financiamento de projetos de proteção da Amazônia , o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que o Brasil não precisa do dinheiro de países estrangeiros para proteger a floresta. De acordo com ele, esses países querem “se apoderar” do Brasil.

— Investir? Não vai mais comprar a Amazônia. Vai deixar de comprar à prestação a Amazônia. Pode fazer um bom uso dessa grana. O Brasil não precisa disso — afirmou.

Questionado sobre se a suspensão do financiamento para projetos na Amazônia seria ruim para a imagem do Brasil, Bolsonaro respondeu:

— Já dei minha resposta. A imagem do Brasil? Você acha que grandes países estão interessados na imagem do Brasil ou em se apoderar do Brasil?

Bolsonaro passeou por Brasília na manhã deste domingo . Ele deixou o Palácio da Alvorada e foi até o Clube da Aeronáutica, onde pegou uma moto. De lá, foi até o Lago Sul e andou de jet ski. Ainda de moto, foi até a Torre de TV, onde funciona uma feira, e tomou caldo de cana.

O presidente retornou ao Clube da Aeronáutica para deixar a moto, e de lá voltou ao Alvorada. Ele estava acompanhando do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, que é seu amigo há décadas.

— Minha vida (sempre) foi essa. Tenho saudades. Foi muito gratificante, excelente. Estou com as baterias recarregadas — disse, após o passeio.

Deixe seu comentário