Bando faz família refém e um acaba morto pelo dono da casa

Redação
0 0
Tempo de leitura:2 Minuto, 23 Segundo

Manaus – Uma família passou momentos de terror após sofrer uma tentativa de assalto e ser mantida refém por, pelo menos, cinco criminosos. O fato aconteceu na noite de quarta-feira (8), na rua Visconde de Porto Alegre, no Centro da capital amazonense.

Os criminosos invadiram a residência e renderam o proprietário, de 41 anos, no momento que ele chegava no imóvel.

“Meu filho viu eu chegar e saiu de casa gritando e os bandidos começaram a atirar quando perceberam. Eu abracei meu filho, puxei minha arma e atirei. Eram três correndo armados para cima da gente. Quando atirei eles correram para dentro da residência de novo”, disse o dono da casa, que pediu para não ter o nome divulgado.

No tiroteio um dos suspeitos, identificado como Jorge Adriano Anaquirir Moura, de 28 anos, foi baleado na cabeça e morreu. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

Dentro da residência, os outros dois criminosos fizeram os pais do dono da residência, de 78 e 75 anos, e uma cuidadora de idosos de reféns.

O proprietário acionou a polícia e aguardou a chegada da guarnição do lado de fora com o filho.

Assalto frustrado

Segundo o major Mesquita Feitoza, a quadrilha pretendia roubar objetos da residência. “Esses criminosos entraram na residência na tentativa de roubar e foram surpreendidos não pela polícia e sim pelo dono do imóvel. Com isso resolveram fazer reféns dentro da casa “, disse o Major.

A negociação

Policiais da 1ª e 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) realizaram o primeiro contato e perceberam que um dos suspeitos tinha sido atingido.

O Comando de Operações Especiais (COE) foi acionado para negociar com os outros dois homens. Os suspeitos pediram a presença da família e coletes à prova de balas.

“Eles começaram a entregar as armas no primeiro contato. Todas as técnicas de negociação foram aplicadas. Quando chegamos um deles estava baleado, posteriormente fizemos a negociação e os outros se entregaram pacificamente”, disse o Major.

Colecionador de armas

Segundo a polícia, o proprietário da casa alegou ser colecionador de armas e apresentou documentos necessários para ter os armamentos em casa.

Material com os criminosos

Com os assaltantes, a polícia apreendeu três revólveres calibres 38, além de uma espingarda, um rifle calibre 44, uma pistola Taurus com 14 munições, uma pistola Glock com 12 munições e uma pistola Imbel, que eles tinham roubado da casa.

Procedimentos

Após a prisão, os assaltantes confessaram que outras duas pessoas estavam dando apoio ao lado de fora da residência, sendo uma mulher e outro homem. Eles foram localizados e presos na localidade.

Os presos foram identificados como Almerindo Figueira Mota Júnior, 27, o irmão dele Bruno Cézar Pereira da Mota, 31 anos, Lindocarlos Coelho Júnior, 24 anos, e Fabricia Corrêa Fontenelle, de 29.

A quadrilha e o material foram encaminhados para procedimentos no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Fonte: EM TEMPO

Happy
Happy
0
Sad
Sad
0
Excited
Excited
0
Sleppy
Sleppy
0
Angry
Angry
0
Surprise
Surprise
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

Jair Messias Bolsonaro apresenta 'boas condições de saúde', diz Secom

Diagnosticado com covid-19, o presidente Jair Bolsonaro apresenta “boas condições de saúde” e seu quadro “evolui bem, sem intercorrência”, segundo informou nesta quinta-feira (9) a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do governo.  Bolsonaro está sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República. Ele recebeu o teste positivo para o […]

Obrigado pela visita!