Após troca de tiros com policiais da Rocam, um foi ‘deitado’ e dois são presos

Manaus – Um tiroteio entre quatro homens e policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) terminou com um dos suspeitos morto e dois presos, na noite desta quarta-feira (14), no bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul de Manaus. Um dos dos integrantes do bando conseguiu fugir.

Os dois presos, Level de Freitas Vilhino, 24, e Francisco Shalom Bezerra de Araújo, 19, que é monitorado por uma tornozeleira eletrônica, confessaram que o grupo estava na região para executar rivais do tráfico de drogas, ligados ao ‘Bonde do Sassá’, que são integrantes da facção criminosa Família Do Norte (FDN).

De acordo com o capitão Ricardo Lasmar, da Rocam, os quatro homens estavam em um carro modelo Punto, de cor cinza e placa NOS 1126, que seguia em alta velocidade pela Avenida General Glicério. Após uma tentativa de abordagem dos policiais militares, o bando pegou a contramão da Avenida Japurá.

Segundo o capitão Lasmar, após colidirem com outro veículo, os suspeitos atiraram contra os policiais, que estavam em viaturas. O quarteto estava armado com duas pistolas, sendo uma de calibre 9 milímetros, e a outra calibre 380 milímetros. “Essa arma Glock 9 milímetros é diferenciada. Ela tem o carregador alongado e tem o efeito rajada. Costuma ser muito letal e dá muito trabalho para nós”, disse.

Durante o tiroteio com a Rocam, um dos suspeitos morreu. Ele ainda foi levado para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na zona centro-sul da cidade, mas já chegou sem vida. O homem morto ainda não foi identificado.

Ainda segundo o capitão Lasmar, a dupla presa já tem passagem pela polícia por roubo e tráfico de drogas. Os homens foram levados para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde prestam depoimento na noite desta quarta-feira.