Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manacapuru – O empresário Ronaldo Rodrigues Araújo, de 33 anos, foi assassinado a golpes de faca e gargalo de garrafas na casa onde morava, na rua Ribeiro Júnior, bairro Centro, em Manacapuru, distante 68 quilômetros de Manaus. Segundo a Polícia Civil, o crime foi cometido pelos próprios funcionários da vítima, identificados como José Mateus Barbosa da Silva, 29, e Lucas Gabriel da Paz, 20.

De acordo com o delegado Rodrigo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, José e Lucas moravam com o empresário e trabalhavam para ele como vigilantes. A vítima e os suspeitos são pernambucanos. O crime ocorreu na noite do último domingo (5), por volta das 21h.

O delegado ressaltou que, no dia do crime, José Mateus e Lucas estavam bebendo com Ronaldo, quando o empresário teria afirmado que demitiria os dois funcionários e ainda daria um tiro neles. José e Lucas alegaram que ficaram fora de controle e acabaram desferido vários golpes de faca e gargalo na vítima.

Por último, ainda enforcaram Ronaldo. Depois disso, o corpo da vítima ainda ficou cerca de 20 horas na casa e na noite de segunda-feira (6), por volta das 23h, eles abandonaram o cadáver na rua Valinda Gomes Afonso, no bairro Terra Preta, naquele município. O corpo do empresário foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), na Zona Norte de Manaus.

Na manhã desta terça–feira (7), por volta das 7h, José Mateus se apresentou na DIP e confessou envolvimento no crime. Não há informações sobre o paradeiro de Lucas. O pedido de prisão dos dois indivíduos já foi representado pelo delegado à Justiça.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0