Aos gritos de ‘Wilson mentiroso’ policiais em manifestação fecham avenida e anunciam paralisação

Redação
0 0
Tempo de leitura:1 Minuto, 6 Segundo

Manaus – Policiais Militares que fizeram uma falta coletiva na quarta (7) e nesta quinta-feira (8), deram prazo até às 7h desta sexta (9), para que o governador do Amazonas, Wilson Lima, se manifeste sobre a revindicação da categoria contra o congelamento dos salários até 2021. Caso não haja proposta do governo, os policiais ameaçam fazer nova paralisação até terça-feira (13) .

A decisão foi tomada de forma unânime pela categoria, na sede da Associação de Subtenentes e Sargentos do Amazonas, na Rua Uirapuru, conjunto Beija Flor, bairro Flores, na tarde desta quinta-feira.

A associação reivindica uma posição do governador do Amazonas, Wilson Lima, sobre a revogação do Projeto de Lei (PL) 84/2019, que congela o salário dos servidores do Estado até 2021 e limita o teto de gastos do Estado. O PL foi aprovado no último dia 12 de julho, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE), onde recebeu 14 votos favoráveis e sete contrários.

Nova paralisação

De acordo com o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar do Estado do Amazonas (Apeam), Gerson Feitosa, caso o governador Wilson Lima não se manifeste até às 7h desta sexta-feira (9), será dado início a uma nova manifestação, que sairá da Arena Amadeu Teixeira e irá até a sede do governo do Estado, oficializando a falta coletiva da categoria.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Grr
0
Surprise
Uau
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

Servidores do AM preparam carreata com destino a sede do governo

Manaus – O Movimento Unificado dos Servidores Públicos (Musp) está se concentrando, em frente à Arena Amadeu Teixeira, na Avenida Constantino Nery, bairro Flores, zona centro-sul, na manhã desta sexta-feira (9), para mais um ato público contra a lei que congela os aumentos salariais e promoções dos funcionários públicos até 2021. […]

Obrigado pela visita!