Amigos e familiares de Flávio fazem manifestação na Ponta Negra

Manaus – De acordo com informações confirmadas pela 19ª Cicom, pelo menos trezentas pessoas deram corpo a uma manifestação realizada com o objetivo de cobrar celeridade da Justiça em relação a investigação do assassinato do engenheiro, Flavio Rodrigues, 41 anos. O ato aconteceu na noite desta quarta-feira (9) na Ponta Negra, zona Oeste da capital.

Com gritos que pediam por justiça, familiares e amigos do engenheiro Flavio Rodrigues, fizeram questão de dizer que acreditam no trabalho da polícia e que a manifestação acontecia como forma de conscientização sobre o crime.

Até o momento pelo menos seis pessoas envolvidas no caso foram presas, entre elas, Alejandro Valeiko, enteado do prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto. Alejandro é apontado como principal suspeito pela morte do engenheiro.

Um dos pontos altos da manifestação foi a presença de dona Maria, a mãe de Flavio, que encabeçava o movimento e pedia por transparência no processo de investigação da morte do filho. “Ele era o meu filho mais novo, e o único homem. Nunca imaginei que viveria essa situação. Só quero justiça.”, disse a aposentada.