Portal Amazon News

Conecta você à notícia

1 0

Manaus – Na contramão do País, que registrou queda de homicídios entre 2020 e 2021, o Amazonas liderou a taxa de assassinatos, com alta de 49%, ao somar 1.670 mortes. Manaus concentrou 57,5% dos crimes e puxou o índice da violência, com 1.060 assassinatos, crescimento de 58,7%. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2022, divulgado nesta terça-feira (28), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O crescimento da insegurança no Amazonas também contribuiu para o aumento da violência na Região Norte, a única do País a apresentar alta, segundo o anuário. Das 30 cidades mais violentas do País, 13 estão na  Amazônia Legal. Em todo o Norte foram registrados 6.291 assassinatos no último ano, contra 5.758, em 2020.Entre as capitais da região, a situação de Manaus é oposta à de Rio Branco (AC), que registrou queda 48,5% nos homicídios e de Belém (PA), com redução de 16,5%. Para se ter uma ideia da diferença, a  populosa capital paraense registrou 245 homicídios, no ano passado.

O número de homicídios dolosos no Amazonas também cresceu, ao passar de 954 para 1.486, entre 2020 e 2021, alta de 55,7% enquanto que os crimes de latrocínio, ou roubo seguido de morte, evoluíram 50%, aponta o anuário.

Em entrevista ao ‘Estadão’, o diretor-presidente do Fórum, o sociólogo Renato Sérgio de Lima, disse que a ação de facções criminosas no sistema prisional e de milícias, ajudou a aumentar os índices de violência no Amazonas.

Para o sociólogo, a rota do narcotráfico no Amazonas,  também ajuda a explicar a alta de violência, conforme entrevista ao ‘Estadão’ “Tabatinga  hoje é considerada a segunda principal cidade de tráfico internacional de drogas e armas. Só perde para a rota de Ponta Porã (MS)”, destacou Lima. A cidade situada a 1.108 quilômetros a oeste de Manaus está situada na tríplice  fronteira entre o Brasil a Colômbia e o Peru.

De acordo com o fórum no Brasil, foram registrados  47.503 homicídios, no ano passado, ou  130 mortes por dia, o menor número nos últimos dez anos. No Amazonas, a média de assassinatos ficou em 4,5 casos a cada 24 horas, nessa comparação.

Publicado por: David Richard

Happy
Haha
0
Sad
Triste
1
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0