Portal Amazon News

Conecta você à notícia

0 0

Manaus – De acordo com informações obtidas com a Polícia Federal (PF), nos primeiros meses de 2019 foram apreendidos 117,6 quilos de entorpecentes no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Na “rota do tráfico”, o aeroporto da capital amazonense só perde para o de Guarulhos/Cumbica (GRU), em SP.

A maioria das pessoas detidas por envolvimento com o tráfico de drogas, durante as apreensões, é do sexo feminino – representando 75% do total de apreensões realizadas – conforme a PF.

Os dados divulgados pela instituição apontam que Manaus é uma das cidades mais “efetivas” na rota do tráfico de drogas no Brasil. O aeroporto da capital é visto como o segundo com maior número de apreensões, conforme relatório divulgado em 2017.

O ‘perfil’’ das apreensões

A média de idade das pessoas detidas no aeroporto de Manaus é de 24 anos. Já a média de drogas apreendidas por ação é de 13,6 kg. A maconha, do tipo “skunk”, é o entorpecente mais encontrado nas apreensões.

Das pessoas apreendidas, 55% declararam que o destino era o aeroporto de Garulhos, em São Paulo (SP), 15% afirmaram que estavam indo para Fortaleza, no Ceará, e 10% tinham como destino os aeroportos de Porto Velho, em Rondônia, Belém, no Pará, e Manaus.

Segundo relatório da PF, mais de nove toneladas das mais diversas drogas foram apreendidas no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes em 2017. Em 2018, conforme o último levantamento da Polícia Federal, foram apreendidas 31,5 toneladas de cocaína e 7,9 toneladas de maconha.

Somente em 2018, cerca de US$ 100 mil (para transporte de valores acima de R$ 10 mil é necessário ser declarado à Receita Federal) foram apreendidos em conjunto com os entorpecentes no aeroporto de Manaus.

Desde que o Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho (SEREP) foi instalado no aeroporto, ele já foi responsável por apreender cocaína, maconha, ecstasy, MDMA, skunk, anabolizantes, entre outros entorpecentes em 34 encomendas, durante ação de combate ao tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios em Manaus. Estima-se que o valor dessas apreensões ultrapasse R$ 150 mil.

O aeroporto em 2019

Até abril deste ano, o aeroporto de Manaus movimentou quase 1 milhão de passageiros. Foram 982.074 embarques e desembarques, 105,9 mil a mais que os 876.128 viajantes computados nos quatro primeiros meses do mesmo período no ano anterior.

Foram mais de 12.365 pousos e decolagens em 2019, aumento de pouco mais de 3% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 11.945.

Apreensões no país

De acordo com dados divulgados pela equipe da Polícia Federal, Manaus hoje tem o segundo aeroporto com mais apreensões no país, perdendo apenas para o Aeroporto Internacional de Guarulhos/Cumbica (GRU), em SP.

Completam o Top 5 de apreensões de entorpecentes no país, os aeroportos do Rio de Janeiro, Brasília e Campo Grande, respectivamente. Juntos, esses cinco aeroportos foram responsáveis por aproximadamente cinco toneladas de drogas apreendidas, segundo o relatório.

Operações de busca

Para detectar substâncias proibidas, como explosivos e drogas, existem três equipamentos básicos: detector de metais, raio X e detector de traços, que indica vestígios de explosivos e drogas no corpo e nas roupas dos passageiros, que são realizadas pelas equipes de averiguação do aeroporto.

Perfil das apreensões

A equipe organizou um ”perfil” da droga, desde os destinos favoritos, até mesmo a média de idade dos apreendidos. O resultado você confere logo abaixo:

PF

A reportagem tentou, por vários dias, uma entrevista com algum servidor da Polícia Federal em Manaus para falar sobre as apreensões. No entanto, até a publicação desta matéria a assessoria do órgão apenas relatava que “estava apurando os dados”

Fonte: Emtempo

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0