Ações de combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes são lançadas

Redação
0 0
Tempo de leitura:2 Minuto, 34 Segundo

Manaus – A programação das ações de sensibilização e orientação em alusão ao Dia 18 de Maio, data instituída em referência ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, da Prefeitura de Manaus, foi lançada nesta quinta-feira, 17/5, no Parque Cidade da Criança, bairro Aleixo, zona Centro-Sul.

A campanha institucional é idealizada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), em parceria com o Fundo Manaus Solidária.

“As ações de enfrentamento à violação dos direitos de crianças e adolescente têm o intuito de sensibilizar e orientar a população, sobre o abuso e à exploração sexual desse público, divulgando os canais de disque-denúncia e a rede de proteção infanto-juvenil”, ressaltou o secretário da Semmasdh Dante Souza.

Participaram da solenidade de abertura diversas autoridades que compõem a rede de proteção à criança e ao adolescente, além de alunos da rede municipal de ensino.

Dando continuidade à programação nesta sexta-feira, 18, será realizada a Caminhada de Sensibilização Alusiva ao dia 18 de Maio, com concentração no Shopping Phelippe Daou, bairro do Jorge Teixeira, Zona Leste, a partir das 8h.

“Quero convidar toda a sociedade manauara a participar de mais esse evento da Prefeitura de Manaus que vai mobilizar, principalmente, a população da zona Leste, uma das regiões que concentra um dos maiores números de denúncias dessa violação de direitos. Vamos também estar nas escolas para divulgar a rede de proteção às nossas crianças e adolescentes”, salientou Dante.

Indicadores

Em 2017, as estatísticas da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e Adolescentes (Depca) apresentaram 771 casos de crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes, sendo que 79 são do gênero masculino e 692 do feminino. A maior incidência se deu na faixa etária de 12 a 15 anos, com 311 casos, o que representa 40% do total de registros. Referente a tipificação, a que se destaca nos índices é o estupro de vulnerável, com 511 denúncias, representando 66% do total de casos.

Comparando 2017 com as ocorrências de 2016, observa-se uma redução de 30% nos registros de violência contra crianças e adolescentes na tipificação “estupro de vulnerável”, que em 2015 registrou 703 casos, em 2016, 760 e em 2017, 511 casos. Isso representa uma redução de 34% em relação ao ano anterior.

Acompanhamento

Nos cinco Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Semmasdh, foram acompanhados em 2017 o quantitativo de 1499 casos de abuso e 230 de exploração sexual. Enquanto que de janeiro a abril deste ano foram registrados 83 casos de abusos e quatro de exploração sexual que estão em acompanhamento.

Canais de Denúncia

Em 2017, foram registradas 42 denúncias de abuso sexual e sete de exploração infantojuvenil pelo disque-denúncia municipal. De janeiro a abril deste ano, já foram registradas 23 denúncias de aliciamento e estupro de vulnerável, abuso e exploração sexual.

A rede de proteção possui três canais de comunicação para quem sofrer ou conhecer qualquer situação de violação de direitos: Disque Direitos Humanos 0800 092 6644, Disque Denúncia 0900 092 1407, Disque Direitos Humanos Nacional 100.

Happy
Haha
0
Sad
Triste
0
Excited
Amei
0
Sleepy
Tédio
0
Angry
Raiva
0
Surprise
Uau
0
PRÓXIMA PUBLICAÇÃO

Susam publica lista de 538 convocados, para capital e interior, do concurso de 2014

Manaus/AM – A relação com os nomes dos 538 convocados da 7ª chamada do concurso público de 2014 da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado, que circulou nesta quinta-feira (17/05). A convocação abrange aprovados da capital e do interior. A lista […]